Primeiro – Chacra Básico (Muladhara ou chacra raiz) é o centro de energia que se localiza na base da coluna vertebral e nos conecta à Terra, ao mundo material e físico, assegurado nossa SUSTENTAÇÃO e SOBREVIVÊNCIA.  Por meio dele, nos mantemos aterrados, presentes em nossa vida. Em geral, tem a cor vermelha. Está interligado à glândula suprarrenal, rege pernas, pés, ossos e coluna vertebral. 

Esse chacra é ativado pela base do DNA do pai, no período que consiste da fase intrauterina até a nossa primeira infância, de 0 a 7 anos de idade. O pai é a base de sustentação da família, assim como o chacra básico nos traz essa sustentação na vida. Muitas vezes, quando o pai não recebe bem a notícia da gestação, precisa se ausentar por trabalho durante a primeira infância ou mesmo está distante do filho por dificuldades no relacionamento com a esposa, por exemplo, podem ser gerados os primeiros bloqueios neste chacra, ou seja: os bloqueios mais profundos. A criança registra na célula a ausência do pai como vazio, abandono. Isso, por sua vez, provoca uma certa instabilidade nos primeiros anos de existência na Terra, o que geralmente ocasiona a falta de aterramento, a desvinculação com o corpo ou com a matéria. Muito comum quem tem bloqueios profundos neste chacra se sentir deprimido e desmotivado, sonolento ou hiperativo, tem dificuldade de ficar no presente, está o tempo inteiro no futuro ou no passado, sente problemas na coluna, sobretudo na lombar, dificuldades de materializar a vida e de sustentar as escolhas.

Por isso, exercícios de ativação desse chacra passam por uma atenção maior em relação aos pés e ao contato deles com o chão. Respirar imaginando-se criar raízes, fazer agachamentos, pisar na grama, na terra, podem ajudar a quem tem dificuldade de se manter no corpo, presente na vida.